Origem

Originária da Alemanha, mais precisamente da cidade de Rottweil, essa é uma das raças que têm despertado maior interesse nos últimos tempos, graças principalmente a sua inteligência e ferocidade. Essa última característica, que se mantém perfeitamente equilibrada com a inteligência, torna-o um cão adequado para desempenhar as mais arriscadas missões, fazendo com que, num mundo socialmente conturbado como o nosso, a raça venha sendo cada vez mais apreciada.

As origens dessa raça remontam também a época das primeiras invasões romanas ao território da Europa. Os romanos faziam-se acompanhar de cães molossóides, que na verdade eram os antecessores do atual mastim-napolitano. Esses molossóides descendiam diretamente do mastim do tibete, cão cuja principal utilidade se revelava na condução que os romanos levavam consigo para poder abastecer as legiões de soldados à medida que iam avançando.

O fato de os antecessores do Rottweiler terem sido autênticos bouviers, isto é, condutores de gado bovino, explica a polivalência dessa raça , que se mostra apta para desempenhar com indiscutível eficiência as tarefas próprias de um cão de guarda e defesa e também o trabalho desempenhado por cães condutores de rebanho. É importante lembrar que, em geral, qualquer grande variedade canina deve apresentar pelo menos uma dessas duas qualidades primordiais. O Rottweiler reúne as duas. As diferentes rotas seguidas pelos romanos constituíram o embrião das diversas raças caninas que através dos séculos, foram se desenvolvendo nas várias regiões e países que formam a Europa atualmente. Assim, se acompanharmos os itinerários dos Alpes, ao seguir pela região de São Gotardo, encontraremos como descendente dos primeiros molossóides o São Bernardo - considerado cão de salvamento por excelência, cercado por toda uma série de narrativas já lendárias a respeito dessa sua qualidade. Ao se distribuírem, originaram outras raças, como o Iconberger.

Seguindo outras rotas, veremos que uma delas cruzava Württemberg, na região sul da Alemanha, alcançando finalmente a pequena cidade de Rottweil - que naquela época abrigava uma importante concentração militar e, conseqüentemente, constituía um mercado próspero. Foram necessários vários séculos para que começasse a tomar corpo uma raça autóctone, constituída por cães extraordinariamente fortes, capazes de guardar e conduzir o gado e defendê-lo de qualquer agressão por parte de lobos, ursos ou bandidos.

Esses corajosos animais ficaram conhecidos como os "açougueiros de Rottweil" ("Rottweiler Metzgerhund"), nome que se originou do fato de se alimentarem a partir dos restos de matadouros. Após essa época de brilho histórico para a raça, seguiu-se um período em que ela esteve a ponto de desaparecer, sobretudo por causa da miséria e da escassez de alimentos que a Alemanha viveu durante um longo período.

Em 1900, numa exposição canina na cidade de Rottweil, foi inscrita apenas uma fêmea. A partir daí, porém, a raça reabilitou-se, e conta hoje com perspectiva das mais otimistas.

Temperamento 

Segundo a opinião da quase totalidade dos estudiosos das raças caninas, trata-se do cão mais perfeito que existe. Seu potencial é tão alto que, quando necessário, o animal desenvolve uma agressividade incrível, sendo capaz, em determinadas condições, de atacar seu agressor sem piedade. A autoconfiança do Rottweiler faz com que ele em geral ignore a força de um adversário, durante um ataque. Por isso, costuma vencer seus atacantes com relativa facilidade, com a qual também contribui o fator surpresa, de que costuma se prevalecer.

 A insegurança do mundo de hoje, provocada sobretudo pela onda de violência em que se vive, torna o Rottweiler um cão bastante solicitado no combate à certos crimes, devido, em grande parte, à sua grande capacidade de autodefesa e determinação. De um modo geral, pode-se colocar um Rottweiler nos lugares em que se precise de um cão cujas principais características sejam rapidez de reflexos, força e agilidade.

Embora de temperamento agressivo para como estranhos, trata-se de um cão bem-comportado em relação às crianças, das quais suporta todo tipo de brincadeira. Mas que ninguém se deixe enganar por seu comportamento carinhoso junto a elas: quando pessoas estranhas tentam se aproximar, o animal procurará mantê-las bem distantes de seus protegidos. Esse comportamento arredio e ao mesmo tempo seguro demonstra a capacidade de reação do Rottweiler e costuma gerar temor entre os assaltantes. 

De qualquer forma, seu olhar - doce para com as crianças e muito agressivo em relação a estranhos - dificilmente passa despercebido aos que por acaso se aproximam com más intenções.
, 09/01/2017

Entre em contato

Ninhadas

 

Enzo x Gaby

Nascimento: 06/01/2018

  Conheça

Enzo x Gaby

Nascimento: 06/01/2018
Machos: 2
Fêmeas: 3
Disponíveis: 5
 

Enzo x Bessie

Nascimento: 06/01/2018

  Conheça

Enzo x Bessie

Nascimento: 06/01/2018
Machos: 1
Fêmeas: 1
Disponíveis: 2
 

Endy x Iza

Nascimento: 05/12/2018

  Conheça

Endy x Iza

Nascimento: 05/12/2018
Machos: 4
Fêmeas: 0
Disponíveis: 4